A A A A A
Bible Book List

Romanos 9 Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Tristeza de Paulo por causa da incredulidade de Israel

Em Cristo digo a verdade, não minto (dando-me testemunho a minha consciência no Espírito Santo): tenho grande tristeza e contínua dor no meu coração. Porque eu mesmo poderia desejar ser separado de Cristo, por amor de meus irmãos, que são meus parentes segundo a carne; que são israelitas, dos quais é a adoção de filhos, e a glória, e os concertos, e a lei, e o culto, e as promessas; dos quais são os pais, e dos quais é Cristo, segundo a carne, o qual é sobre todos, Deus bendito eternamente. Amém!

A liberdade absoluta da graça de Deus

Não que a palavra de Deus haja faltado, porque nem todos os que são de Israel são israelitas; nem por serem descendência de Abraão são todos filhos; mas: Em Isaque será chamada a tua descendência. Isto é, não são os filhos da carne que são filhos de Deus, mas os filhos da promessa são contados como descendência. Porque a palavra da promessa é esta: Por este tempo virei, e Sara terá um filho. 10 E não somente esta, mas também Rebeca, quando concebeu de um, de Isaque, nosso pai; 11 porque, não tendo eles ainda nascido, nem tendo feito bem ou mal (para que o propósito de Deus, segundo a eleição, ficasse firme, não por causa das obras, mas por aquele que chama), 12 foi-lhe dito a ela: O maior servirá o menor. 13 Como está escrito: Amei Jacó e aborreci Esaú.

14 Que diremos, pois? Que há injustiça da parte de Deus? De maneira nenhuma! 15 Pois diz a Moisés: Compadecer-me-ei de quem me compadecer e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia. 16 Assim, pois, isto não depende do que quer, nem do que corre, mas de Deus, que se compadece. 17 Porque diz a Escritura a Faraó: Para isto mesmo te levantei, para em ti mostrar o meu poder e para que o meu nome seja anunciado em toda a terra. 18 Logo, pois, compadece-se de quem quer e endurece a quem quer.

19 Dir-me-ás, então: Por que se queixa ele ainda? Porquanto, quem resiste à sua vontade? 20 Mas, ó homem, quem és tu, que a Deus replicas? Porventura, a coisa formada dirá ao que a formou: Por que me fizeste assim? 21 Ou não tem o oleiro poder sobre o barro, para da mesma massa fazer um vaso para honra e outro para desonra? 22 E que direis se Deus, querendo mostrar a sua ira e dar a conhecer o seu poder, suportou com muita paciência os vasos da ira, preparados para perdição, 23 para que também desse a conhecer as riquezas da sua glória nos vasos de misericórdia, que para glória dantes preparou, 24 os quais somos nós, a quem também chamou, não só dentre os judeus, mas também dentre os gentios? 25 Como também diz em Oseias: Chamarei meu povo ao que não era meu povo; e amada, à que não era amada. 26 E sucederá que no lugar em que lhes foi dito: Vós não sois meu povo, aí serão chamados filhos do Deus vivo. 27 Também Isaías clamava acerca de Israel: Ainda que o número dos filhos de Israel seja como a areia do mar, o remanescente é que será salvo. 28 Porque o Senhor executará a sua palavra sobre a terra, completando-a e abreviando-a. 29 E como antes disse Isaías: Se o Senhor dos Exércitos nos não deixara descendência, teríamos sido feitos como Sodoma e seríamos semelhantes a Gomorra.

30 Que diremos, pois? Que os gentios, que não buscavam a justiça, alcançaram a justiça? Sim, mas a justiça que é pela fé. 31 Mas Israel, que buscava a lei da justiça, não chegou à lei da justiça. 32 Por quê? Porque não foi pela fé, mas como que pelas obras da lei. Tropeçaram na pedra de tropeço, 33 como está escrito: Eis que eu ponho em Sião uma pedra de tropeço e uma rocha de escândalo; e todo aquele que crer nela não será confundido.

Almeida Revista e Corrigida 2009 (ARC)

Copyright 2009 Sociedade Bíblica do Brasil. Todos os direitos reservados / All rights reserved.

Romanos 9 Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

Deus e o povo judeu

Em Cristo eu digo a verdade e não minto. A minha consciência, guiada pelo Espírito Santo, me afirma que tenho uma grande tristeza e uma dor constante no meu coração pelo povo judeu. Eles são meus irmãos, a minha família terrestre. Eu quero ajudá-los tanto, que até desejaria ser amaldiçoado e separado de Cristo, se isso pudesse ajudá-los, pois eles são o povo de Israel, os filhos escolhidos de Deus. Eles têm a glória de Deus e as alianças que Deus fez com eles. Deus lhes deu a lei de Moisés e a maneira correta de o adorarem. A eles também foram feitas as promessas. Eles são os descendentes dos nossos gloriosos pais, são a família terrestre de Cristo, que é Deus sobre todos[a] e abençoado eternamente! Amém.

Isto não quer dizer que Deus não cumpriu as promessas que lhes fez. Só algumas pessoas de Israel é que, na verdade, pertencem ao povo de Deus.[b] Só alguns dos descendentes de Abraão é que são verdadeiramente filhos de Abraão. Pois Deus disse a Abraão: “Os descendentes que eu lhe prometi virão por meio de Isaque”. Isto quer dizer que nem todos os que nascem fisicamente como descendentes de Abraão são realmente filhos de Deus. Os verdadeiros descendentes de Abraão são aqueles que se tornam filhos de Deus por meio da promessa que Deus fez a Abraão. A promessa que Deus fez a Abraão foi esta: “No tempo certo eu voltarei e Sara terá um filho”.

10 E isso não é tudo. Rebeca também tinha dois filhos pelo mesmo pai, o nosso pai Isaque. 11-12 Mas para que a escolha de um deles fosse de acordo com o propósito de Deus, ele mesmo disse a Rebeca: “O mais velho servirá o mais moço”. Ele disse isso antes de nascerem e antes mesmo de fazerem qualquer coisa, boa ou má. Assim a escolha de Deus foi baseada no seu próprio chamado e não em qualquer coisa que eles tivessem feito. 13 Como dizem as Escrituras: “Escolhi Jacó mas rejeitei Esaú”.

14 Que devemos dizer então? Que Deus é injusto? De maneira nenhuma! 15 Deus disse a Moisés: “Mostrarei misericórdia para quem eu quiser e terei piedade de quem eu quiser”. 16 Por isso, nada depende daquilo que os homens querem ou tentam fazer, mas depende da misericórdia de Deus. 17 Deus disse a Faraó por meio das Escrituras: “Foi para isto mesmo que eu fiz a você rei, para que em você eu possa mostrar o meu poder e para que o meu nome seja conhecido em todo o mundo”. 18 Assim Deus mostra a sua misericórdia a quem ele quer e endurece o coração de quem ele quer. 19 Um de vocês me perguntará agora: “Então por que Deus ainda nos acusa? Quem pode resistir à sua vontade?” 20 Mas quem é você, meu amigo, para discutir com Deus? Pode aquilo que é feito dizer a quem o fez: “Por que você me fez assim?” 21 Quem trabalha com barro não tem direito de usar o mesmo barro para fazer o que quiser? Ele não pode fazer um vaso especial e um outro comum?

22 Assim também Deus, porque queria mostrar a sua fúria e o seu poder, tolerou com muita paciência aquelas pessoas com quem estava furioso; pessoas que tinham sido destinadas para a destruição. 23 Deus as tolerou para revelar as riquezas da sua glória às pessoas que eram objetos da sua misericórdia; pessoas que tinham sido preparadas para a glória. 24 E somos nós essas pessoas a quem Deus chamou, não somente do povo judeu, mas também dos que não são do povo judeu. 25 Como dizem as Escrituras no livro de Oseias:

“Aqueles que não eram meu povo,
    eu chamarei de meu povo.
E a nação que eu não amei,
    chamarei de minha amada.
26 E acontecerá que no mesmo lugar onde foi dito:
    ‘Vocês não são meu povo’,
    ali serão chamados filhos do Deus vivo”.

27 E, a respeito de Israel, Isaías diz:

“Embora o povo de Israel seja numeroso
    como a areia do mar,
somente alguns deles serão salvos.
28     Pois o Senhor julgará rápida e completamente as pessoas na terra”.

29 É como o profeta Isaías disse:

“Se o Senhor Todo-Poderoso
    não tivesse deixado alguns de nós sobreviver,
    seríamos agora como Sodoma e como Gomorra”.

30 Que quer dizer isso então? Quer dizer que os que não eram judeus não procuravam uma maneira de se tornarem justos diante de Deus, mas se tornaram justos pela fé. 31 Por outro lado, as pessoas de Israel seguiam a lei para se tornarem justas diante de Deus, mas não conseguiram. 32 Por que não? Porque elas tentaram se tornar justas pelas obras que fizeram e não pela fé em Deus. Elas tropeçaram na pedra que faz as pessoas tropeçarem, 33 como dizem as Escrituras:

“Eis que ponho em Sião uma pedra que fará com que as pessoas tropecem,
    uma rocha que as fará cair.
Mas quem tiver fé nessa rocha
    nunca será envergonhado”.

Footnotes:

  1. 9.5 sobre todos ou “sobre judeus e não-judeus”.
  2. 9.6 povo de Deus Literalmente, “Israel”, o povo de Deus escolhido para levar as bênçãos de Deus ao mundo.
Portuguese New Testament: Easy-to-Read Version (VFL)

Copyright © 1999 by World Bible Translation Center

Viewing of
Cross references
Footnotes